leia

Tudo sobre Psicologia Escolar

Por Beatriz Carvalho

A Psicologia Escolar vem ganhando espaço no mercado de trabalho. Desde o início de sua inserção no espaço escolar, a atuação do Psicólogo ou Psicóloga Escolar vem se transformando e ressignificando, o que gera muitas dúvidas a respeito das atribuições desse profissional. Abaixo, explicamos o que faz um Psicólogo Escolar e por que esse profissional é tão importante para a formação de crianças, adolescentes e educadores. Confira!

 

Psicologia Educacional x Psicologia Escolar

A Psicologia é a ciência que estuda diversos aspectos do comportamento humano, incluindo a área educacional. Nesse âmbito, a Psicologia Educacional e a Psicologia Escolar podem acabar se confundindo. Você sabe a diferença entre elas?

Enquanto a Psicologia Educacional é mais voltada à pesquisa teórica, a Psicologia Escolar se posiciona como uma vertente aplicada ao processo prático, muito utilizada em espaços de escolarização. Ela visa identificar as diferenças entre níveis de aprendizagem dentro dos padrões de comportamento, como déficit de atenção, hiperatividade, dislexia ou dificuldade de fala.

Apesar de não serem a mesma coisa, ambas estão intrinsecamente ligadas. Isso porque a Psicologia Educacional pode fornecer à Psicologia Escolar o diagnóstico e as ferramentas necessárias para o tratamento, auxiliando na promoção do desenvolvimento e aprendizagem dos alunos. Dessa forma, a Psicologia Escolar tem contribuído consideravelmente para a melhoria no desempenho de alunos, proporcionando ambientes escolares muito mais saudáveis para estudantes, professores e funcionários.

 

O que faz um Psicólogo Escolar?

Assim como há psicólogos atuando em departamentos de Recursos Humanos, o Psicólogo Escolar opera em instituições escolares, avaliando os alunos em sua aprendizagem. Cabe a eles encaminhar o aluno para atendimento, quando diagnosticado algum problema.

Contudo, seu papel principal é a formação em serviço dos educadores, mostrando a eles a importância que têm na constituição da personalidade de seus alunos. Ao atuar em equipe, o Psicólogo Escolar colabora com o corpo docente e técnico na elaboração, implantação, avaliação e reformulação de currículos, projetos pedagógicos e políticas educacionais

Além desses pontos de atuação, outra forma de contribuição do Psicólogo Escolar no ambiente educacional é na diminuição da violência escolar e da segregação de pessoas portadoras de necessidades especiais, assegurando a inclusão e o cumprimento dos direitos humanos na escola.

Profissionais formados em Psicologia que cumpriram o estágio obrigatório e estão registrados no Conselho Regional de Psicologia podem se especializar em Psicologia Escolar, área que se dedica ao estudo e à intervenção no comportamento humano no contexto da educação.

Você tem interesse em atuar com Psicologia Escolar? Baixe o nosso e-book e conheça mais sobre a carreira e o mercado de trabalho!

Faça o download gratuito do e-book!

 

Tags: Psicologia

Receba os melhores conteúdos no seu e-mail!